UFRJ REALIZA COMPETIÇÃO INTERNACIONAL DE BARCOS MOVIDOS À ENERGIA SOLAR

O Polo Náutico da Universidade Federal do Rio de Janeiro realizará em Paraty, entre os dias 16 e 24 de outubro, o primeiro Desafio Solar Brasil, uma competição internacional de barcos movidos à energia solar. O objetivo é estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas e renováveis de energia, articulando centros de pesquisa do Brasil, da América Latina e da Europa, bem como divulgar para a sociedade o potencial dessas tecnologias aplicadas em embarcações de serviço, recreio e transporte de passageiros.  13 equipes participam da competição.

A ideia de realizar o Desafio Solar Brasil surgiu com a participação da equipe da UFRJ, em junho de 2008, na Frisian Solar Challenge, competição que acontece no norte da Holanda a cada dois anos. O barco projetado e construído no Pólo Náutico completou as seis provas em quarto lugar da classe A, ficando em sétimo lugar na classificação geral, entre 48 equipes européias. O desempenho da equipe brasileira, batizada de “Copacabana”, rendeu um prêmio de incentivo dos holandeses, que se comprometeram a apoiar a competição brasileira para que esta se torne, em breve, uma das etapas de um campeonato mundial de barcos solares.

Para que a participação no Desafio não se restringisse às poucas escolas de engenharia naval do Brasil (há apenas três no país: a da UFRJ, da USP e da Universidade Federal do Pará) e como forma de estimular a diversas instituições e centros de pesquisa, o Polo Náutico da UFRJ projetou uma embarcação padrão (um catamarã de 6 metros) e se comprometeu a construir os cascos para todas as equipes que não reunissem condições técnicas e materiais para isso, ficando a cargo dessas equipes projetar o sistema elétrico e eletrônico.

Os painéis solares a serem utilizados nas embarcações participantes foram encomendados com recursos da Finep, uma das patrocinadoras do evento junto com o Banco do Brasil, a Kyocera, a MPX, o Grupo Superpesa e o Cepel. (Confira todos os patrocínios e apoios).

Duas universidades participarão da competição. Além da própria UFRJ, que será representada por equipes de diferentes laboratórios de engenharia do Centro de Tecnologia, haverá a participação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A Universidade Estadual da Zona Oeste (UEZO) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA) chegaram a inscrever equipes, mas desistiram por falta de recursos.

As escolas técnicas a participarem da competição são o Cefet de Cabo Frio e a Escola Técnica Henrique Lage. Além disso, estão inscritas as escolas de vela Instituto Rumo Náutico (Projeto Grael) de Niterói e o Instituto Náutico de Paraty.

FESTA DO MAR E DO SOL ENRIQUECE A PROGRAMAÇÃO DO DESAFIO

A pedido do Ministério da Ciência e Tecnologia, o Desafio Solar Brasil acontecerá durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Além disso, com objetivos de unir esforços, a Festa do Mar (evento de extensão da UFRJ que acontece há dois anos em Paraty) se realizará entre os dias 21 e 23 de outubro, enriquecendo a programação do Desafio Solar Brasil com oficinas para crianças e jovens paratienses e shows de bandas locais.

A escolha do local das provas se deve ao fato de a UFRJ estar atuando na cidade desde 2007, por meio do Núcleo Interdisciplinar UFRJ Mar, com diversas atividades e eventos de extensão, seminários e congressos. Assim, o Desafio Solar Brasil se caracteriza como mais uma oportunidade para reafirmar a presença da universidade na região e incrementar o diálogo com a população local.

Confira a programação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s