aa-22-20

A SMART – CEFET ( Solar Marine Racing Team) é uma equipe da instituição CEFET/RJ – UnED Itaguaí, atualmente formada por professores e alunos dos cursos de graduação em engenharia mecânica e engenharia de produção. Trata-se de uma nova unidade descentralizada do CEFET-RJ, localizada na cidade de Itaguaí-RJ, que iniciou suas atividades no segundo semestre de 2010 e, dessa forma, pretende-se fazer deste um projeto pioneiro na área de extensão, motivando novos professores, técnicos e alunos na execução de novas atividades.

A equipe consta com diversos professores da unidade auxiliando e apoiando os alunos envolvidos no projeto. Entre eles, encontram-se: o Prof. Msc. José Luiz Zanon Zotin, o qual participou da primeira edição do Desafio Solar Brasil em 2009, cuja equipe (LabMecTurb), competindo com dois barcos, foi campeã e vice campeã geral da competição; a Profa. Dra. Ana Mello dará apoio na logística e estratégia da equipe durante as competições; o Prof. Dr. Fernando Coelli e o Prof. Msc. Rogério Pires, os quais darão assistência no projeto elétrico do barco; o Prof. Msc. Felipe Amorim dará apoio na parte mecânica e o Prof. Marcos Curi na parte de tecnologia solar.

A equipe ainda conta com colaboradores externos que irão auxiliar em áreas específicas do projeto. Entre eles, encontram-se: o Eng. Naval Luis Fernando de Lucca, projetista dos cascos da equipe campeã em 2009; o Eng. Naval Bernardo Xavier, projetista dos hélices da equipe campeã em 2009 e o Eng. Elétrico Johnny Regis, projetista do sistema elétrico da equipe campeã em 2009.

Esta unidade do CEFET se encontra muito próxima ao porto de Itaguaí, um dos maiores e mais modernos portos da América Latina, além de se encontrar próximo, também, a diversas comunidades pesqueiras presentes na região. Através deste projeto, espera-se que os alunos, tanto de graduação quanto do curso técnico, se familiarizem com conceitos de engenharia da área naval, elétrica e solar, mas principalmente com a ideia de gerenciamento de energia, possibilitando uma melhor formação para a demanda de engenheiros e técnicos da região. Além disso, o projeto também possui um viés mais social, o qual consiste em desenvolver, através da experiência obtida com a participação nesta competição, barcos híbridos ou totalmente movidos à energia solar fotovoltaica para comunidade pesqueira, tanto da Baía de Sepetiba quanto do Rio Guandu. Isso possibilitaria um menor gasto com combustíveis pelos pescadores resultando em um aumento do lucro líquido destes, além de propiciar uma redução da poluição das águas litorâneas da região.

Equipe SMART CEFET